Revista Criança Cidadã - Matérias

Voluntariado

Edição 27 - Setembro/Dezembro 2018

Referências mundiais de solidariedade e altruísmo

Encontro promovido pelo governo alemão promove troca de experiências sobre trabalho voluntário. Idealizador da OCC foi um dos 15 convidados exclusivos, que lideram projetos sociais em quatro continents

Pude aprender como as coisas funcionam na Alemanha”. Com essa sentença, o idealizador e coordenador geral da Orquestra Criança Cidadã, João Targino, resumiu os sete dias que passou em Berlim, no início de setembro, como convidado para o encontro Voluntary Work in Germany — Taking Responsibility for Society (Trabalho Voluntário na Alemanha — Tomando a Responsabilidade para a Sociedade). O convite ao coordenador geral da OCC foi transmitido pela cônsul-geral da Alemanha no Recife, Maria Könning-de Siqueira Regueira.

Targino e outros 14 líderes de projetos sociais ao redor do mundo tiveram a oportunidade de participar de uma rodada intensiva de troca de experiências, mesas-redondas e visitas a ministérios e projetos sociais daquele país, onde pelo menos 43% da população envolve-se em engajamento cívico de cunho filantrópico ou voluntário. Realizado em sua maior parte no Arcotel John F, no coração de Berlim, o evento foi organizado pelo Instituto Goethe e fomentado pelo ministério de relações exteriores da Alemanha.

Na capital germânica, Targino conheceu o outro participante sulamericano do encontro: o carioca Murillo Araújo, do Projeto Ruas — o qual oferece assistência social, jurídica e de reinclusão social a moradores sem-teto do Rio de Janeiro (confira quadro na página seguinte). O programa oferecido aos 15 selecionados entre os dias 03 e 09 de setembro incluiu palestras sobre temas como: trabalho social com refugiados, banco de alimentos, salvamento de pessoas e ações para mobilização de voluntariado, além de jantares de abertura e encerramento.

“A programação foi muito benfeita, por nos propiciar conhecimento em diversos setores de atividades na Alemanha que trabalham intensamente com a questão do engajamento cívico, do voluntariado”, elogia o fundador da OCC. Dentre as palestras a que assistiu, ele destaca a do banco de alimentos do governo alemão: “Tivemos a oportunidade de conhecer um processo em que as frutas que não estão com aspecto tão bonito, mas cujo conteúdo é perfeito, possam ser comercializadas e também doadas a pessoas pobres”.

“Reputo que foi muito produtivo esse convite do governo, uma surpresa muito agradável, e espero carregar comigo os ensinamentos lá aprendidos. A Alemanha é grande porque tem um povo que é grande nas suas ações. E a Alemanha é exemplo, pois é o país na Europa que acolhe a maior quantidade de imigrantes”, resume o coordenador da Orquestra, não se esquecendo de agradecer ao Consulado Geral da Alemanha do Recife pelo convite. Curiosamente, o encontro em Berlim foi tratado com naturalidade pela comissão organizadora: não houve registro de qualquer equipe de comunicação institucional, muito menos da imprensa.

Os participantes ainda tiveram a oportunidade de vivenciar a Bürgerfest (Festa do Cidadão), comemoração anual oferecida pelo presidente da Alemanha e que, no dia 07 de setembro, reuniu 4,2 mil participantes. “Havia também vários estandes de empresas e instituições filantrópicas. Esse momento serviu para fazer contatos para obter apoio para a Orquestra Criança Cidadã, porque, onde estou, a Orquestra está comigo, pois não consigo me dissociar do projeto. É um trabalho que é contínuo”, relembra Targino.

ROMA — Após a estada em solo alemão, Targino e a esposa, Myrna, presidente da ABCC, partiram para Roma. Ambos protocolaram, na sede da Conferência Episcopal Italiana, o pedido de avaliação do projeto para a abertura do núcleo da Orquestra Criança Cidadã dos Meninos do Jussaral. O distrito do Jussaral, na zona rural do Cabo de Santo Agostinho, é a terra-natal do atual arcebispo de Olinda e Recife, Dom Antonio Fernando Saburido, e abriga uma população de cerca de 5 mil habitantes.

Confira outras edições