Revista Criança Cidadã - Matérias

ABCC Sede implanta nova administração de projetos

Edição 26 - Maio/Agosto 2018

Entre os profissionais que chegaram à Associação este ano, está o gerente Bruno Ribeiro, que conduziu as diversas mudanças feitas para a melhoria do projeto social de esportes mantido há 13 anos pela instituição. Em 2018, a Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC) traçou novas diretrizes para sua sede administrativa, antigo Espaço Cultural e Esportivo Criança Cidadã, que agrega as turmas de esportes geridas diretamente pela ONG, no bairro do Cordeiro, Zona Oeste do Recife. A instituição, fundada em 2003 e com sede própria estabelecida dois anos mais tarde, está dando maior foco à formação educacional através do ensino de artes marciais. Além de judô, modalidade oferecida desde 2014, os alunos da ABCC Sede passaram a ter aulas de taekwondo e caratê.

Para que estas mudanças saíssem do papel, a presidente da Associação convidou Bruno Ribeiro, 45 anos, para assumir o cargo de gerente administrativo. Com graduação em Educação Física pela Universidade de Pernambuco (UPE), em 1998, o novo gestor também possui experiência no setor comercial e na chefia de empresas de segurança do Grande Recife. “Dona Myrna [Targino, presidente da ABCC] fez o convite e explicou as demandas. Até então não sabia como era o trabalho aqui. Conversamos em dezembro, amadurecemos a ideia em janeiro e fui contratado no mês seguinte”, explica.

Com os esportes como carro-chefe, a expectativa é de atrair mais parcerias que apoiem o projeto. “A ABCC vai investir mais e trazer parceiros para o esporte. Assim, queremos fazer com que o esporte evolua no projeto. O judô já teve a sexta colocação no estadual e quer ficar entre os três primeiros, o caratê está participando de competições e em breve será a vez do taekwondo”, prossegue Bruno.

A ABCC Sede também ganhou uma repaginada. As instalações tiveram o visual reformulado, ganhando pintura e melhor acabamento. Na parte educacional, além do enfoque esportivo, os alunos assistem a aulas de Português e Matemática como reforço escolar. As crianças também tiveram acesso a uma nova sala de Informática, com computadores modernos. “É uma mudança geral, começando da administração. O prédio em si também foi reformado, ganhando calçada, a fachada recebeu cerâmica, as salas estão todas pintadas e os banheiros, revitalizados”, comenta.

A presença de Bruno Ribeiro foi essencial para que a ABCC Sede passasse por essas transformações. Durante os meses da reforma, o novo gerente administrativo supervisionou tudo. Além disso, tem lidado com o cumprimento da grade escolar e a parte disciplinar dos alunos. Este ano, os funcionários receberam novas fardas e crachás. A preocupação em ajudar os colegas, por sinal, também é uma de suas características. “Se eu observar alguém fazendo uma coisa e essa pessoa não consegue fazer só, pergunto no que posso ajudar. Eu sou assim.”

Em maio, houve uma seleção para a entrada de novos alunos para atender à demanda das comunidades vizinhas ao projeto, como as vilas São Francisco e Nossa Senhora de Fátima. “O objetivo é de ter entre 120 e 150 alunos. Muitos pais de crianças da comunidade nos procuraram para perguntar quando seriam abertas novas vagas. Muitas mães diziam: ‘Não quero meu filho na rua, a mercê de coisas ruins’. Isso me comoveu e eu repassei para Dona Myrna. Por isso, antecipamos o processo seletivo, que estava previsto para julho”, revela.

Durante anos, Bruno Ribeiro ajudou diversos projetos sociais, fazendo parte de grupos de apoio que auxiliaram instituições filantrópicas como: Lar do Nenen, Casa dos Humildes, Oásis do Amor e Lar de Jesus. “É a primeira vez que gerencio um projeto social, uma experiência que estou adorando. Gosto de crianças e de idosos. Tudo que foi passado para mim, estou sentindo de perto. É muito bom trabalhar aqui e todos os funcionários também abraçam a ideia”, finaliza

Confira outras edições