Revista Criança Cidadã - Matérias

Editorial

Edição 26 - Maio/Agosto 2018

Mais uma viagem internacional: desta vez, para a Argentina. Desde 2013, temos mantido a missão de cumprir uma viagem ao exterior por ano. Enquanto vamos fazendo planos para 2019, você poderá conferir, neste número da Revista Criança Cidadã, como foi nossa passagem por Buenos Aires, onde fizemos três memoráveis apresentações no mês de julho: na Catedral Metropolitana, no Luna Park Stadium e na Sinagoga da Congregação Israelita Argentina. Outra matéria de destaque fala das empresas que descobriram as vantagens de investir em um projeto cultural de alto nível, via Lei Rouanet — em especial, patrocinando a Orquestra Criança Cidadã. Por meio desse mecanismo legal, que permite a dedução integral de até 4% do Imposto de Renda Pessoa Jurídica em aporte direto ao projeto, a maioria das empresas mencionadas na reportagem está incentivando a OCC (e valendo-se da própria Lei Rouanet) pela primeira vez.

Além dos resultados e da excelência artística do projeto, a confiabilidade adquirida junto a empresas (e também a pessoas físicas que doam à OCC, via Lei Rouanet ou não) é referendada por outros indicadores de igual relevância: 1. a prestação de contas aprovada anualmente pelo Ministério da Cultura, que realizou auditoria presencial em setembro de 2017; 2. a renovação periódica do plano de manutenção de atividades submetido e aprovado pelo MinC, ano após ano, e 3. o parecer pericial de auditoria contábil independente, assinado pela MS - Business Team, sem ressalvas. Mais do que isso, só o retorno de mídia espontânea, com índice de menções positivas ou neutras acima de 97%. Além do mais, a sede da Orquestra Criança Cidadã se preocupa com a acessibilidade de seus visitantes, tendo-se adaptado para recepção de cadeirantes (com rampas adaptadas) e deficientes visuais (com sinalização em braille nas portas de todos os recintos).

Nesta edição da Revista Criança Cidadã, você terá ainda um perfil do maestro Edson Rodrigues, compositor, arranjador e um dos cinco mestres vivos do frevo; a estreia da seção Professor e do Aluno ABCC, ao lado dos docentes e discentes da OCC destacados a cada número desta publicação quadrimensal; um artigo da professora Cláudia Pinto sobre a iniciação ao ensino de clarineta; irmãos de sangue que se tornaram alunos da OCC; o I Festival de Artes Marciais da ABCC, englobando judô, caratê e taekwondo; e o Grupo Sonoru’s, conjunto de flautas doces da Orquestra Criança Cidadã, como grupo representativo em destaque. Na próxima edição, estamos com a expectativa de trazer novidades muito boas sobre a expansão do projeto — em particular, sobre a escola de luteria. Boa Leitura!

Confira outras edições