Revista Criança Cidadã - Matérias

Depoimentos (parte 3)

Edição 25 - Janeiro/Abril 2018

Nilson Nery
Assessor jurídico do TJPE

“A minha convivência com ele foi muito prazerosa. De todas as virtudes que ele teve, para mim, o maior dom foi o de ser pai. Porque ele era muito família, se preocupava com todos os filhos. Foi uma grande honra tê-lo como pai. Ele nos ensinou a ser mais humano, de não ter dureza no coração. Muitas vezes, ele nos dava presentes no Natal. Em uma ocasião, ele iria me presentear com uma bola, mas acabou dando a uma criança e falou para mim. ‘Meu filho, eu posso dar sua bola e depois eu lhe dou muito mais.’ Às vezes, saía matéria no jornal sobre a ABCC, aí alguém disse a ele: ‘Mas Nildo, o senhor faz tudo e não aparece’. Ele respondeu: ‘O importante não é o reconhecimento dos homens, o importante é o reconhecimento de Deus’. Aquilo me emocionou muito, me fez chorar.”

Og Fernandes
Ministro do Superior Tribunal de Justiça

“O desembargador Nildo Nery é a representação terrestre de um santo. Ele, talvez, seja a pessoa que eu tenha conhecido mais próxima da perfeição, não apenas na magistratura, mas como uma pessoa extremamente rica, como portador de virtudes. É um exemplo de cidadão, de homem público, de correção, que consagrou sua vida enquanto magistrado, distribuindo Justiça. Após a aposentadoria, reforçou esse aspecto, quando optou pelas pessoas pobres e pela promoção das crianças desassistidas. É um caso para Prêmio Nobel da Paz. Se fosse para escrever um livro sobre ele, o título seria ‘O Santo’. É uma pessoa por quem renovo sempre minha profunda admiração.”

Leopoldo Raposo
Desembargador e ex-presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco

“Ingressei na Magistratura em 1981 e Dr. Nildo já era da capital. Quando se passa no concurso, você começa logo no interior, então tirávamos muitas dúvidas com ele. Depois ele criou a Escola de Magistratura, que foi quando tivemos um maior contato profissional. Ele foi um magistrado que sempre deu uma grande contribuição para efetivação da justiça em Pernambuco. É um exemplo de competência, de reputação ilibada e sempre se preocupou em desenvolver ações voltadas para a sociedade, de inclusão social, tornando também a justiça mais rápida, enquanto esteve na presidência do Tribunal.”

Confira outras edições