Revista Criança Cidadã - Matérias

Editorial

Edição 24 - Setembro/Dezembro 2017

Repleta de pontes, igrejas, parques, praças e praias, a capital pernambucana também é dotada de importantes espaços de preservação e disseminação da cultura: museus, teatros, centros culturais, palcos ao ar livre.

A Orquestra Criança Cidadã já havia se apresentado em alguns desses espaços (sem falar da presença permanente na Caixa Cultural Recife), mas nunca de forma tão integrada e constante quanto começou a acontecer no segundo semestre de 2017, em função de projetos promovidos pelo Governo do Estado de Pernambuco e pela Prefeitura da Cidade do Recife.

Assim, a OCC e seus grupos representativos começaram a participar do projeto Música na Igreja, que acontece no primeiro domingo de cada mês, e aguardam estrear, em 2018, no Recife Antigo de Coração, mobilização que atrai ao bairro-símbolo da Veneza Brasileira mais de 10 mil pessoas no último domingo de cada mês e que conta com um palco aberto voltado para a praça do Marco Zero — local onde, segundo o pintor Cícero Dias (1907-2003), o mundo nasceu, pernambucanamente falando.

Ambas as ações, organizadas pela Secretaria Municipal de Turismo e Lazer, se somam à cortesia da Fundação de Cultura da Cidade do Recife e da coordenação do Teatro Barreto Júnior em abrir as portas desse importante teatro localizado no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, para os concertos oficiais da Orquestra Criança Cidadã e demais grupos representativos a partir de fevereiro de 2018.

Já por iniciativa da Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur), os músicos da OCC voltaram a circular pelo interior. Como você pode conferir na matéria de capa deste número 24 da Revista Criança Cidadã, o projeto Som Cidadão levou a boa música a importantes cidades da Região Metropolitana, da Zona da Mata e do Agreste de Pernambuco, algumas pela primeira vez nesta década. A expectativa é de que os Meninos do
Coque e do Ipojuca possam construir mais parcerias para promover a cultura regional a todos os rincões pernambucanos.

E, na vizinha Paraíba, o Sesi-PB e a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep) concederam à Orquestra a honra de participar da inauguração do Museu Digital de Campina Grande, em novembro, em função da proposta social do projeto gerido pela ABCC. Em tempo, o desembargador Nildo Nery dos Santos passou a presidência da Associação, no último mês de julho, às mãos de Myrna Targino, coordenadora financeira da OCC, e será homenageado na próxima edição da Revista Criança Cidadã, que passará a ser semestral a partir da próxima edição. Boa leitura.

Confira outras edições