Revista Criança Cidadã - Matérias

Editorial

Edição 22 - Janeiro/Abril 2017

Como não poderia ser diferente, a matéria de capa desta edição da Revista Criança Cidadã é sobre bem sucedida viagem da Orquestra Criança Cidadã a Nova Iorque, para a comemoração dos 70 anos da Unicef, em dezembro passado. A quarta viagem internacional do grupo, depois de Kassel, Alemanha (2013); Cidade do Vaticano, e Lisboa, Portugal (2014); e Roma, Itália (2015). Entre as páginas 18 e 24, você vai saber tudo sobre a estada de seis dias na Big Apple. Na próxima edição, esperamos anunciar mais uma viagem da OCC para fora do Brasil, mas o número 23 da Revista Criança Cidadã terá como tema de capa a expansão do projeto em 2017.

Alguns dos principais patrocinadores da Orquestra Criança Cidadã direcionaram um importante apoio, nos últimos meses, ao grupo. A Caixa Econômica Federal renovou o contrato de patrocínio pelo oitavo ano seguido, e o presidente nacional do banco, Gilberto Occhi, fez questão de vir em pessoa conhecer a sede do projeto e assinar o contrato junto com o idealizador e coordenador geral da OCC, João Targino. A EBrasil Energia, que produz o projeto Música para Todos (do qual falamos na edição anterior), agora financia – por meio da EBrasilEpesa – o mais novo núcleo da Orquestra, na zona rural do município de Igarassu. O projeto-piloto iniciou as atividades em fevereiro atendendo 30 alunos da localidade de Chã de Cruz, na divisa das cidades de Paudalho e Abreu e Lima.

A Prefeitura do Ipojuca, cidade conhecida nacionalmente graças à praia de Porto de Galinhas, continua firme no incentivo ao núcleo da Orquestra em Camela, iniciativa que mudou radicalmente a vida social desse distrito ipojucano, a começar pelo próprio edifício onde a OCC está instalada, que exibe a marca do projeto em um banner visível a meio quilômetro de distância. E vamos conhecer um pouco do Sesi, braço social da Confederação Nacional da Indústria (CNI) que completou 70 anos de existência em 2016 com um impacto positivo ainda não inteiramente mensurado quando o assunto é a qualificação da classe trabalhadora da indústria nacional. O Sesi PE, com apoio da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), patrocina a Orquestra Criança Cidadã desde 2006.

Depois da Escola de Formação de Luthier e Archetier, do núcleo de instrumentos de sopros e do núcleo de percussão da Orquestra, agora é a vez de os grupos de cordas receberem destaque em uma matéria em que você conhecer um pouco do trabalho dos quartetos Overture, Groovy e Ipojuca, e do grupo Risoflora. Já as seções “Professor OCC” e “Aluno OCC”, lançadas no número 22 da Revista Criança Cidadã, vão trazer dois professores e dois alunos a cada edição, dividindo o espaço igualmente para os núcleos do Coque e do Ipojuca. E continuamos a apresentar o perfil de um compositor pernambucano a cada edição. O das páginas 27 e 28 é com a pianista e compositora Syrlane Moura, recifense residente nos Estados Unidos há 14 anos, autora de uma peça dedicada à Orquestra Criança Cidadã e estreada mundialmente ano passado.

O Espaço Cultural e Esportivo Criança Cidadã, que este ano promete lançar iniciativas valiosas de assistência social no bairro do Cordeiro, no Recife, vem com duas matérias oportunas: uma sobre o convênio com destacadas universidades da capital pernambucana (UFPE, UFRPE, Universo e Uninassau) e com a Aiesec; e outra sobre reforço escolar, apoio educacional que também é oferecido na OCC. Além disso, você vai poder conferir um artigo da professora Aline Ananias sobre o método Suzuki, as indicações de CDs e o personagem desta edição Seu Frazão, motorista que faz o transporte diário entre os núcleos do Coque e do Ipojuca, conduzindo os professores residentes no Recife que ensinam em Camela. Boa leitura.

Confira outras edições