Revista Criança Cidadã - Matérias

Meninos do Coque ganham prêmio da Alepe

Edição 06 - Março/Abril 2011

A obra de inclusão social promovida pela Orquestra Criança Cidadã Meninos do Coque não para de gerar reconhecimentos. A última honraria veio no final de março, concedida pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). A Medalha do Mérito Democrático e Popular Frei Caneca, que homenageia ações cidadãs que priorizam o respeito à igualdade dos direitos humanos, foi indicada ao projeto pelo presidente da Alepe, deputado Guilherme Uchôa. Representados pelo seu coordenador geral, juiz João Targino, os Meninos do Coque agradeceram a comenda com uma apresentação.

Este é o 21º prêmio conquistado pela Orquestra em pouco mais de quatro anos de existência. Em dezembro do ano passado, a Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu o projeto como uma boa prática de inclusão social em seu prêmio internacional promovido em Dubai, Emirados Árabes. “Esta medalha é um reconhecimento não só nosso, mas também de todo o povo pernambucano, que tanto admira o projeto”, afirmou. Além dos Meninos do Coque, foi também homenageado o bispo de Palmares, Dom Genival França, pela ajuda que dispensou às vítimas do temporal que devastou a Mata Sul pernambucana, no ano passado.
“Eu agradeço a todos que acreditaram nessa causa desde o início. Vocês devem se sentir merecedores como nós. Sou grato, também, a todos os nossos parceiros, sempre presentes mesmo em momentos difíceis”, pontuou João Targino, que lembrou a importância social do presidente da ABCC, Des. Nildo Nery, para Pernambuco e para a Orquestra.

“Agradeço, especialmente e com muita força, ao nosso querido desembargador Nildo Nery, que tanto fez e faz por nós, sempre com muita solidariedade”.
Os Meninos do Coque aproveitaram a ocasião para prestar homenagem à Casa Legislativa. Uma breve performance com clássicos da música popular brasileira - “Carinhoso” e “Asa Branca” – acompanharam os momentos solenes.

Confira outras edições