Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nosso site.
Ao utilizar nosso site e suas ferramentas, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Associação Beneficente Criança Cidadã ? Política de Privacidade

Esta política estabelece como ocorre o tratamento dos dados pessoais dos visitantes dos sites dos projetos gerenciados pela Associação Beneficente Criança Cidadã.

As informações coletadas de usuários ao preencher formulários inclusos neste site serão utilizadas apenas para fins de comunicação de nossas ações.

O presente site utiliza a tecnologia de cookies, através dos quais não é possível identificar diretamente o usuário. Entretanto, a partir deles é possível saber informações mais generalizadas, como geolocalização, navegador utilizado e se o acesso é por desktop ou mobile, além de identificar outras informações sobre hábitos de navegação.

O usuário tem direito a obter, em relação aos dados tratados pelo nosso site, a qualquer momento, a confirmação do armazenamento desses dados.

O consentimento do usuário titular dos dados será fornecido através do próprio site e seus formulários preenchidos.

De acordo com os termos estabelecidos nesta política, a Associação Beneficente Criança Cidadã não divulgará dados pessoais.

Com o objetivo de garantir maior proteção das informações pessoais que estão no banco de dados, a Associação Beneficente Criança Cidadã implementa medidas contra ameaças físicas e técnicas, a fim de proteger todas as informações pessoais para evitar uso e divulgação não autorizados.

fechar

Notícias



Time de taekwondo da ABCC quer voar mais alto



Exames de faixa da modalidade começaram a ser realizados em junho, com os alunos do Complexo Esportivo Nildo Nery dos Santos

20/07/2021 — Caroline Melo

Foto da matéria

A educação do esporte na ABCC sempre recebeu absoluta atenção, mas agora é hora de dar um passo a mais: os testes de faixa, antes anuais, passarão a ser trimestrais para a equipe principal de taekwondo. Com isso, a turma orientada pelo mestre Pedro Freire está mais perto de disputar competições oficiais, e também seletivas estaduais, nacionais ou mesmo mundiais, a partir de 2022.

O primeiro dos testes de 2021 foi realizado no dia 28 de junho no Complexo Esportivo Nildo Nery dos Santos. Oito alunos foram avaliados pelo presidente da Federação Pernambucana de Taekwondo (FPTKD), mestre Vítor Amorim. Todos foram promovidos de faixa e, agora, o time da ABCC conta com quatro faixas azuis, maior graduação até aqui, pertencentes a Viviane Gomes, Evelyn Jeneffer, Alexandre Erick e Saulo Kawã; três novas faixas verdes com grau azul, com Beatriz Vitória, Jackson Michel e Leandro Vinicius; e um novo aluno com faixa verde, Pedro Lucas.

Para o mestre Vítor Amorim, o momento foi gratificante, principalmente por causa do atual momento de pandemia que limita espaços, contato e mesmo os treinos entre os alunos. “Mesmo assim, com toda essa dificuldade, eles fizeram um excelente exame. Fiquei muito surpreso com a qualidade”, analisa. “Se não fosse o projeto oferecendo espaço e toda essa estrutura, tanto física quanto psicológica para [os atletas], a maioria talvez já tivesse sido desmotivada para treinar. É de fundamental importância a ABCC dar esse apoio a eles”.

BUSCANDO ATLETAS DE ALTO RENDIMENTO
“No taekwondo, os exames de faixa normalmente são realizados a cada três meses: março, junho, setembro e dezembro”, explica o professor Pedro. “Seguindo assim, até março vamos ter aqui faixas vermelhas aptos a disputar mais competições”, isso porque algumas competições oficiais – como seletivas de campeonatos em níveis estadual, nacional ou mundial – apenas recebem competidores com faixas vermelhas ou acima (vermelha, vermelha-preta ou preta). Dessa forma, os alunos da ABCC ainda não podem seguir para torneios, mas agora é só questão de tempo. “Eles ainda estão no que a gente chama de faixa colorida, ou seja, abaixo da vermelha”, conta o mestre. “Mas eles estão em um patamar acima. Essas cerimônias de faixa são planejadas para o ano que vem, quando eles vão botar a vermelha na cintura – e vão com Deus”.


Veja mais notícias