NOTÍCIAS

02/março/2011

Lar do Nenen: 33 anos de dedicação ao público infantil

Instituto assistencialista sem fins lucrativos atende crianças de 0 a 3 anos

Folha de Pernambuco
Três décadas de assistencialismo e solidariedade para as crianças de 0 a 3 anos, do Recife e Região Metropolitana. Assim tem sido a rotina do Lar do Ne­nen, localizado no bairro da Madalena, no Recife, ao longo dos seus 33 anos de existência. Durante todo esse período, o centro de amparo a crianças em situações de risco ou de abandono já atendeu mais de dois mil jovens, repassando para eles educação, alimentação e recreação. Para isso, o instituto conta com uma equipe de 20 voluntários que são responsáveis pelas atividades de higiene, refeições, puericultura e lazer.

As crianças, que são atendidas pelo Lar ainda contam com a assistência pediátrica dos funcionários do Imip que, uma vez por semana, realizam atendimento médico, encaminhando-as aos postos de saú­de quando se faz necessário. Em 2010, a entidade, sem fins lucrativos, atendeu com alimentação e cuidados cerca de 60 crianças oriundas dos conselhos tutelares, com mandados de juízes ou dos promotores de comarcas da Capital e do interior. Atualmente, a instituição vem dando assistência a 18 pequenos.

Como fruto desse trabalho, o instituto já conseguiu mudar a vida de inúmeras crianças. “Tem várias delas aqui que conseguiram novos lares. Teve um caso de uma criança que foi adotada e, hoje, ela sempre vem aqui com a sua família para doar”, comentou a auxiliar administrativa Daniele Xavier, 33, que trabalha no espaço há oito anos.

O lugar tem provocado a mudança de vida não só das crianças, mas também dos funcionários. A aposentada Helsida Fajardo, 75, por exemplo, foi uma das voluntárias que teve a vida modificada depois que passou a conviver com as crianças. “Fiquei viúva e sem saber o que fazer. Aí fui procurar algo para me ocupar. Daí encontrei o Lar da Nenen. Me sinto feliz em está aqui. É uma terapia. Aqui, tomo conta deles e brinco. Com isso, num instante o tempo passa”, comentou Helsida, que frequenta o espaço todos os sábados há um ano e dez meses.

Segundo a presidente do Lar Nenen, Silvia Salles Moury Fernandes, a dificuldade de gerir o instituto é grande ao longo dos dez anos que está à frente do projeto. “Hoje, sobrevivemos de projetos e de doações de alguns colaboradores. Quando tem projeto temos o dinheiro, mas quando não tem, enfrentamos dificuldades. Nós precisamos aumentar a quantidade de colaboradores”. Para ajudar o Lar do Nenen os interessados deverão depositar a quantia na conta do Banco do Brasil, agência 1833-3, C/C 29348-2. Além disso, podem ser doadas também fraldas, leite, material de higiene pessoal e limpeza.

Atualmente, o instituto sobrevive de contribuições de sócios, doações depositadas em conta corrente, comercialização de brindes e realização de eventos. Já para os casais interessados em adotar as crianças que vivem na entidade, os mesmos deverão recorrer ao serviço de adoção na 2ª Va­ra da Infância e da Juventude. Existe, atualmente, um cadastro nacional de adoção por ele, os possíveis pais dão todas as características das crianças que desejam adotar. Após isso, a Vara da Infância vai procurar, nas casas de abrigo, as crianças. O Lar do Ne­nen trabalha na adoção de crian­ças e com a reintegração familiar. Os horários de visitação acontecem na segunda, terça e quinta-feira das 15h às 17h.

Serviço

DOAÇÕES
Lar do Nenen

Rua Menezes Drumond, 284

Madalena - Recife

Fone: (81) 3228-0123

Veja mais notícias