NOTÍCIAS

10/novembro/2010

“Centavos da Sorte” tem pré-lançamento em grande estilo

O evento do programa de capitalização, que beneficia a ABCC, contou com participação da Orquestra Criança Cidadã

Pela Assessoria de Imprensa da ABCC
O programa de título de capitalização “Centavos da Sorte”, que vai beneficiar os projetos da Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), reuniu cerca de 200 empresários do Recife para conhecerem o projeto. O evento aconteceu às 20h30, no Restaurante Spettus, em Boa Viagem, e teve abertura com uma apresentação dos músicos da Orquestra Criança Cidadã dos Meninos do Coque, o projeto mais conhecido da ABCC.

Após alguns minutos de atraso, 11 músicos da Orquestra Criança Cidadã subiram ao palco do salão de eventos do restaurante para dar início ao pré-lançamento. Em uma breve apresentação, os garotos deixaram os presentes com gosto de bis. Com um repertório clássico, os Meninos apresentaram “Por uma Cabeza”, “Carinhoso”, “My Way” e “Asa Branca”. Os aplausos foram inevitáveis.

Após o show, o juiz João Targino, coordenador da Orquestra e parceiro do projeto homenageado da noite, foi convidado ao palco para dar algumas palavras. O juiz enfatizou o crescimento econômico no Estado e deu credibilidade ao “Centavos da Sorte”, em nome do projeto que coordena. “Esse é um projeto muito bem articulado, com muitas parcerias. Nós que fazemos a Orquestra Criança Cidadã nos sentimos homenageados por participar dele”, afirmou.

Mais tarde, aconteceria um sorteio demonstrativo, mostrando o funcionamento do título de capitalização. Mas antes de dar continuidade, foi prestada uma homenagem a João Targino. Matheus Aragão, neto de Edgar Aragão, idealizador do “Centavos da Sorte” subiu ao palco. O pequeno, muito esperto, agradeceu ao juiz pelo apoio no projeto e pelo seu trabalho na Orquestra dos Meninos do Coque. “Gostaria de prestar essa simples homenagem em nome de todas as crianças de Pernambuco, pelos seus serviços prestados a todas as crianças. Peço uma salva de palmas”, disse o garoto, enquanto as palmas começavam a ecoar pelo salão.


SOBRE O “CENTAVOS DA SORTE”

Com previsão de iniciar em Dezembro, o “Centavos da Sorte” surgiu no intuito de solucionar o problema do troco. Segundo o Banco Central, mais de 7 milhões de moedas são cunhadas anualmente para facilitar os valores do troco nos estabelecimentos de comércio. No entanto, ainda assim o problema é quase crônico.

Visando uma solução, a ABCC se aliou a Sul América e à Merfe Corretora de Seguros, e, com idealização de Edgar Aragão, fundaram o “Centavos da Sorte”. Assim, o troco dos estabelecimentos – entre R$0,10 e R$2,00 – poderão ser revertidos em prêmios de até R$100 mil para o cliente, através de sorteio. Outra percentagem do valor arrecado será revertida para a ABCC, a fim de auxiliar nos projetos sociais. “Hoje, em tudo o que se fala, está ligado ao aspecto social ou ambiental. Quero mostrar a satisfação com este projeto, que tem tudo pra dar certo e que ele está ligado ao bem. Que façamos o bem, pois ele apaga qualquer mal que já tenha sido feito antes”, disse João Targino.

Veja mais notícias