NOTÍCIAS

18/agosto/2018

Alunos da ABCC conhecem Fundação Joaquim Nabuco

Numa visita guiada, as crianças puderam ver a exposição “Raça, classe e distribuição de corpos”

Houldine Nascimento
Um grupo formado por 12 alunos da Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC) conheceu a sede da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), em Casa Forte, na tarde dessa sexta-feira (17). Na visita guiada, as crianças viram a exposição “Raça, classe e distribuição de corpos”. O acervo trouxe pinturas que retratam a escravidão no Brasil, filmes, além de fotos sobre temas como racismo e desigualdade social.

Os alunos também participaram da leitura coletiva de um cordel sobre Dandara dos Palmares, uma guerreira negra que lutou contra a escravidão durante o período colonial. No fim, os alunos do projeto passearam pela exposição “Um real”, que mostra as diversas formas de trabalho informal.

Para José Cabral Jr., 13, a visita ajudou a ampliar o conhecimento sobre temas significativos. “A gente aprendeu mais sobre a escravidão, o que foi realmente e como era executada pelos brancos e outras coisas, como trabalho informal. Muitas pessoas não sabem o que é isso. Falam sobre racismo, mas sem conhecer”, avalia.

HISTÓRIA – A Fundaj foi criada em 1949 pelo sociólogo Gilberto Freyre com a finalidade de preservar o legado histórico-cultural do abolicionista pernambucano Joaquim Nabuco, com ênfase nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Veja mais notícias