NOTÍCIAS

11/maio/2010

Centros da Juventude aproxima jovens do Estado

Através do Programa Vida Nova, os Centros da Juventude têm como objetivo oferecer a jovens em situação de vulnerabilidade social um novo projeto de vida.

Pelo Diário Oficial
A distância de 148 km que separa São Caetano do Recife, não foi problema para que 50 jovens do Centro da Juventude daquele município do Agreste viessem para a Capital trocar experiências com os jovens de Santo Amaro. Sábado, 250 pessoas, entre jovens e seus familiares, dedicaram o dia da semana para atividades diferenciadas para receber os colegas. Eles fizeram demonstração de atividades culturais e esportivas com jogos de capoeira e campeonatos de futsal masculino e feminino, além de apresentação de danças folclóricas.

Esse incentivo à prática esportiva e cultural é um dos objetivos do Programa Vida Nova, que faz parte do Pacto pela Vida, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. "Esse trabalho é importante para socializar as experiências de uns com os outros", disse João Soares, coordenador do Centro da Juventude de Santo Amaro. O coordenador de São Caetano, Josimário de Assis, falou da necessidade de conhecer o trabalho dos outros centros e levar o deles. "Precisamos fazer essa troca, pois isso é motivador para os jovens", afirmou.

O jovem Gledson da Silva, 18 anos, jogou capoeira na apresentação que fez para os colegas de Santo Amaro. No Centro, ele participa de todas as atividades que pode: dança, música, computação, capoeira, esportes. "A visita foi bastante gratificante porque a gente não conhecia os outros centros", disse. Ele também aproveitou o momento para fazer novas amizades e trocou telefone com os colegas do Recife. O amigo de Gledson, Weverson da Silva, 17 anos, também foi para Santo Amaro e gostou do dia diferente. Ele apresentou a dança maculelê que chamou a atenção das jovens Daniely Gomes, 21, e Jéssica da Silva, 19 anos.

"O intercâmbio foi ótimo porque a gente aprendeu as atividades do outro Centro da Juventude: a capoeira e a dança que bate as garrafas na mão", falou Daniely. As garrafas batendo na mão dos jovens de São Caetano fazem parte da dança maculelê. A jovem Jéssica ficou com expectativas para um próximo encontro. "Espero conhecer a terra deles", afirmou.

Os Centros da Juventude, através do Programa Vida Nova, têm como objetivo oferecer a jovens em situação de vulnerabilidade social um projeto de vida novo. Além da prática de atividades culturais e esportivas, os jovens podem fazer cursos de qualificação profissional que visam à demanda do mercado de trabalho local.

Veja mais notícias