NOTÍCIAS

25/agosto/2017

Alunos do ECECC conhecem Arena de Pernambuco

Crianças do projeto se divertiram ao conhecer equipamento esportivo nesta sexta-feira (25)

Houldine Nascimento
Vinte e oito alunos do Espaço Cultural e Esportivo Criança Cidadã (ECECC) conheceram as instalações da Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, na manhã desta sexta-feira (25). O convite surgiu da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur), através do programa Horizonte Cultural, que estimula a visita a importantes equipamentos culturais do estado.

No estádio que foi palco da Copa do Mundo de Futebol, em 2014, as crianças tiveram acesso a diversos setores, como os camarotes e vestiários. A visita também proporcionou que elas pisassem no gramado e sentassem no banco de reservas, rotina que faz parte da vida dos jogadores.

A pequena Júlia Franciely, nove anos, esteve pela primeira vez num estádio de futebol e se divertiu ao correr na beira do campo. "Muito legal a experiência de conhecer lugares como o gramado e o vestiário", comentou. Já Wandely Oliveira, de oito anos, gostou do momento em que as crianças conheceram um singelo memorial da Copa das Confederações. "Foi bom tirar foto com a bola", disse.

ENGENHO APARAUÁ - No último dia 11, também por meio do programa Horizonte Cultural, as crianças do ECECC conheceram o Engenho Aparauá Eco Aventura, uma importante área de preservação ambiental localizada em Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. Na visita, elas vivenciaram o bioma local e aprenderam curiosidades da fauna e flora da Mata Atlântica.

Durante o passeio, os alunos participaram de uma trilha no meio da floresta. O banho de cangote na nascente do rio também chamou a atenção de vários deles. "A história que ficou marcada foi a de Arlon Gabriel, de sete anos, que tomou seis vezes banho de cangote para melhorar em matemática. O instrutor falou isso e ele acreditou, tão pequenino, na fé", revelou a coordenadora pedagógica Mariza Fabrício.

A intercambista romena Antonia Leahu também foi ao Engenho Aparauá e destacou o caráter educativo da visita. "É realmente bonito. Eu gosto do projeto, das crianças terem visto a natureza. Foi interessante a instrutora explicar como as sacolas plásticas decompõem em muitos anos. Isso foi ótimo para os meninos", pontuou.

Veja mais notícias