NOTÍCIAS

13/junho/2016

Prêmio Innovare avalia Olimpíadas Criança Cidadã

Presidente da ABCC e coordenador geral do evento apresentam estatísticas, objetivos e resultados

Carlos Eduardo Amaral
Na última sexta (10), o consultor do Prêmio Innovare Rafael Cavalcanti assistiu a uma apresentação conduzida pelo Dr. Nildo Nery, presidente da Associação Beneficente Criança Cidadã, e pelo juiz Paulo Brandão, da Vara da Infância e da Juventude, para avaliar as Olimpíadas Criança Cidadã, que estão entre os 15 projetos finalistas da premiação, promovida por entidades nacionais ligadas ao Direito e ao Poder Judiciário e que visa a reconhecer iniciativas de alcance social empreendidas por essas esferas.

Na apresentação, foi exibido o vídeo institucional da ABCC produzido pelo cineasta Marcelo dos Santos, que enfatiza as Olimpíadas como primeiro projeto idealizado pela Associação, e as estatísticas, objetivos e resultados da atual edição do evento. Rafael Cavalcanti explica que o Prêmio Innovare, apoiado por instituições como a OAB e a Associação de Magistrados Brasileiros, surgiu há 13 anos para reconhecer boas práticas sociais. "Os projetos não precisam ser voltados apenas para a juventude, mas é necessário que sigam cinco linhas de ação: inovação, alcance social, sucesso, baixo custo e exportabilidade para ser aplicados em outros lugares".

Dr. Paulo Brandão, coordenador geral das Olimpíadas Criança Cidadã, ressalta a surpresa pela classificação das Olimpíadas entre os finalistas do prêmio organizado pelo Instituto Innovare. "Nossa expectativa nunca foi se inscrever em prêmio nenhum. Nossa preocupação é com o jovem, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade", esclareceu. Dr. Nildo Nery, presidente da ABCC, por sua vez, enfatizou a linha de pensamento que o guiou na criação de dois dos grandes projetos fundados sob sua gestão, as Olimpíadas e a Orquestra Criança Cidadã: "O esporte, para socializar e integrar, e a música, para abrir os campos e fazer a mudança social".

Veja mais notícias