NOTÍCIAS

02/julho/2015

ABCC realiza 1º Torneio Interno de Judô do Espaço Criança Cidadã

Familiares, professores e funcionários do projeto puderam conferir a performance dos atletas no tatame

Por Devanyse Mendes
A Diretoria de Esportes da Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC) promoveu, nesta quinta-feira (2), o 1º Torneio Interno de Judô do Espaço Cultural e Esportivo Criança Cidadã. A competição reuniu 60 atletas com idades entre seis e 16 anos e serviu como seletiva de novos competidores que irão representar a ABCC em campeonatos a partir do mês de agosto de 2015.

O evento contou com a presença de familiares das crianças; de professores e funcionários do Espaço Criança Cidadã; do diretor de esportes da ABCC, coronel José Lopes; e da coordenadora geral do projeto, Nair Andrade. O público ficou impressionado com a atuação dos pequenos judocas no tatame.

“A Associação possui ações voltadas à necessidade das crianças. O trabalho do desembargador Nildo Nery, juntamente com a diretoria, visa a garantir as iniciativas de educação, esporte e cidadania. Nós incentivamos o desenvolvimento dos alunos e a participação dos pais na vida deles através das nossas atividades”, explicitou o diretor.

Os combates foram supervisionados pelo professor Anderson Felipe Pereira, responsável pela preparação esportiva dos alunos do Espaço. “O objetivo do torneio também foi motivar os alunos e estimular a evolução deles no esporte. Para os participantes mais novos, com faixa etária entre seis e sete anos, estipulamos medalhas com valor igual. Já para os mais velhos, as disputas incluíram medalhas de ouro e prata”, explicou o professor.

A coordenadora geral do Espaço Criança Cidadã, Nair Andrade, estava feliz por ver os alunos progredindo. “Espero que eles continuem trilhando o caminho do bem”, enfatizou. A dona de casa Liliane de Oliveira tem dois filhos no projeto - Jamerson (9) e Rogério (10). “Sempre acompanho as atividades deles e venho para as reuniões com a coordenadora pedagógica. Eu participo mesmo. Há dois anos eles estudam aqui e já dá para perceber a melhoria na educação. Fico muito feliz por eles terem essa chance”, completou Liliane.

Veja mais notícias