NOTÍCIAS

31/outubro/2014

Papa Francisco exalta talento da Orquestra Criança Cidadã

Pontífice assistiu, nesta sexta-feira (31), a concerto privado do projeto brasileiro

Por Mariane Menezes
Pela primeira vez na História, um projeto sociomusical se apresentou para um Pontífice. O feito foi alcançado nesta sexta-feira (31), pela Orquestra Criança Cidadã Meninos do Coque, programa pernambucano de resgate social através da música. Na Sala Paulo VI, no Vaticano, Itália, 44 adolescentes surpreenderam o Papa Francisco com um talento que ultrapassa barreiras econômicas. Entusiasmado com a apresentação, o Santo Padre pediu que os jovens continuassem fazendo boa música, enquanto cumprimentava o grupo e escutava o hino do argentino San Lorenzo, seu time do coração.

O concerto para o Papa Francisco fez parte da 16ª Conferência Internacional da Fraternidade Católica, associação privada de Direito Pontifício presidida pelo pernambucano Gilberto Barbosa, autor do convite ao projeto conterrâneo. Recebido no evento ao som de “Jesus, alegria dos homens”, de Johann Sebastian Bach, o Papa fez menção ao projeto brasileiro já em seu discurso inicial, quando comentou a origem dos adolescentes e agradeceu a presença do grupo. Composições católicas, como “Vive Gesu, Il Signor”, animaram os cerca de 600 conferencistas presentes.

Enquanto cumprimentava autoridades, escutou a peça que ele mesmo pediu para ser executada, a ária de Handel “Eu sei que meu redentor vive”, seguida pelo “Primeiro concerto para violino”, de Bach, com solos da japonesa Yoko Kubo. Na saída, conferiu o tango argentino “Por una cabeza”, de Carlos Gardel. O Pontífice aplaudiu com entusiasmo após cada composição tocada e se disse muito feliz pelo momento.

O coordenador geral da Orquestra, juiz de Direito João Targino, reforçou, para o Papa, a capacidade musical das crianças e jovens assistidos pelo projeto. “Esse é o seu povo, pobres de bens materiais, mas ricos de talento, graça de Deus”, disse. Para o contrabaixista Fagner Zumba, 22, “foi um orgulho imenso tocar para um Papa. É um privilégio único na vida de um músico. Poucos chegam a esse nível. Esperamos que venham boas oportunidades após esse concerto, que garantam a sustentabilidade de nosso projeto.”

Muitas personalidades pernambucanas vieram assistir à apresentação da Orquestra Criança Cidadã. Além do coordenador João Targino e sua esposa, Myrna Targino, o Papa Francisco saudou o governador João Lyra e Leila Queiroz; o governador eleito, Paulo Câmara, e Ana Luíza; o vice-governador eleito, Raul Henry, e Luiza Nogueira; entre empresários parceiros da Criança Cidadã e autoridades dos Poderes Judiciário, Legislativo e Executivo.


Saiba mais sobre a Orquestra Criança Cidadã


A Orquestra Criança Cidadã é um projeto social gerido pela Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC). Idealizado pelo juiz de Direito João José Rocha Targino, o programa, em funcionamento desde 2006, visa ao resgate social de crianças carentes através da música. A comunidade escolhida é o Coque, um dos bairros mais violentos e de menor Índice de Desenvolvimento Humano do Recife.



Atualmente, a Orquestra atende gratuitamente a 170 jovens, entre quatro e 21 anos. Os alunos recebem aulas de instrumentos de corda, percussão, teoria musical, flauta doce e canto coral, além de instrumentos de sopro – flauta transversa, oboé, clarinete, trompa e fagote. O programa conta ainda com apoio pedagógico, atendimento psicológico, médico e odontológico, aulas de inclusão digital, fornecimento de três refeições por dia e fardamento.


O método utilizado para o ensino é o Suzuki, criado pelo professor japonês Shinichi Suzuki, que prevê o aprendizado de forma lúdica – a criança aprende brincando. A Orquestra também garante a profissionalização dos alunos através da Escola de Formação de Luthier e Archetier, onde os alunos aprendem a arte da construção e reparo dos instrumentos de corda.


Os alunos permanecem no projeto por um período de cinco horas, a partir das 7h30 até as 18h30. Entre atividades extracurriculares oferecidas, estão, além de cursos em parceria com universidades, intercâmbios para a Europa, direcionados aos alunos de destaque. A Orquestra já enviou alunos para estudar música na Polônia, Áustria, República Tcheca, Alemanha e México.


A Orquestra Meninos do Coque vem, a cada ano, se projetando cada vez mais como um programa social exemplar. Em seus oito anos de existência, recebeu mais de 20 prêmios, incluindo o Prêmio Caixa Melhores Práticas em Gestão Local, de âmbito nacional. Na esfera internacional, a Organização das Nações Unidas escolheu a Orquestra como uma boa prática de inclusão social, em dezembro de 2010.

Galeria de fotos:
http://orquestracriancacidada.org.br/galeria.php

Veja mais notícias