NOTÍCIAS

24/janeiro/2014

Mais talentos do Coque para a UFPE

Músicos da Orquestra Criança Cidadã conseguem aprovação em um dos vestibulares mais concorridos do país

Assessoria de Comunicação
Três alunos da Orquestra Criança Cidadã Meninos do Coque foram aprovados no vestibular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ítalo Ferreira, 19 anos, José Emerson Rodrigues, 23, e Alexsandro Castro, 17, prestaram o exame pela primeira vez e vão cursar o bacharelado em música nos seus instrumentos: contrabaixo, percussão e viola, respectivamente. Todos os três frequentaram o preparatório do Colégio Motivo gratuitamente, através de uma parceria entre o projeto social e a instituição de ensino.

Na casa do contrabaixista Ítalo Ferreira, ele vai ser a primeira pessoa a ter a oportunidade de cursar o Ensino Superior. Um dos cinco filhos da dona de casa Iracema Ferreira de Almeida, Ítalo quer continuar trazendo orgulho para a família. “Estou muito feliz. Ainda não caiu a ficha da minha aprovação. Eu estava muito ansioso e, depois da boa notícia, só tenho que comemorar e agradecer a Deus”, disse.

Ítalo também atribuiu a sua conquista aos professores da Orquestra Márcio Pereira, Luciana Brito e Lídia Oliveira. “Eu não queria fazer vestibular, e eles me incentivaram, não deixaram que eu desistisse. Hoje, eu não estaria onde estou se não fosse o apoio que recebi”, comentou.

Para Alexandro Castro, que sonha em tocar em uma orquestra profissional, a notícia da aprovação trouxe um ânimo a mais para continuar se preparando para os concursos públicos que aparecerem na área de música clássica. “Quero seguir aprendendo sobre música e, quem sabe um dia, integrar uma orquestra sinfônica no Brasil ou no exterior”, contou Alexsandro.

José Emerson está, neste momento, no Rio Grande do Sul, participando do Festival de Música Pelotas, e declarou sua felicidade nas redes sociais. “Feliz demais! Agradeço a Deus por ter me concedido mais uma benção. Agora, é bola pra frente, porque os estudos só estão começando”, escreveu. Os três aprovados aguardam a realização das matrículas na UFPE e já esperam ansiosos pelo início das aulas no próximo mês de abril.

Bolsas de estudos são o passaporte para o ensino superior

Nem todos os alunos da Orquestra Criança Cidadã desejam seguir a carreira de músicos profissionais. Profissões como Direito e Administração também são bastante almejadas.

Através de um convênio, a Faculdade Aeso Barros Melo concede bolsas de estudos integrais aos jovens da Criança Cidadã aprovados no vestibular da instituição. Por meio desse incentivo, Ivanise Ribeiro, de 19 anos, vai cursar Direito; Vanessa Mouta, 18, Produção Fonográfica; Genilsa Bezerra, 21, Design de Moda; e Diógenes Santos, 18, Administração. Para eles, as aulas começam no dia 3 de fevereiro.

Ivanise Ribeiro está feliz por realizar o sonho de conseguir cursar uma faculdade. “Eu passei em Direito e sei que vai ser complicado conciliar o curso com o estudo do instrumento, porque são duas áreas que exigem muito, então vai ser bem corrido. Mas alguns meninos da Orquestra já fazem faculdade e são capazes de conciliar os dois. Com organização, posso conseguir também", completou a jovem.

Veja mais notícias