NOTÍCIAS

01/novembro/2012

Caixa renova patrocínio da Orquestra Criança Cidadã

Camilla Figueiredo
A Caixa Econômica Federal (CEF) renovou, na última sexta-feira (26), o patrocínio do programa Orquestra Criança Cidadã dos Meninos do Coque (OCC), carro-chefe da Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC). O apoio, reafirmado por mais dois anos, foi celebrado com um concerto dos jovens músicos na sede da Caixa Cultural, no Recife Antigo.

“É uma honra apoiar esse projeto importantíssimo para o Recife e para o Brasil e colaborar com a aproximação entre ele e a sociedade”, afirmou o superintendente regional da Caixa no Recife, Paulo Nery. O patrocínio da CEF garante o salário dos funcionários, a alimentação e os uniformes dos alunos e dos empregados e é fundamental para a manutenção de uma iniciativa que é inovadora e de grande sucesso em âmbito nacional.

Para o coordenador geral do programa, juiz João Targino, o patrocínio da Caixa Econômica significa muito para a Orquestra Criança Cidadã. “Conseguimos um aporte financeiro que viabiliza a manutenção de boa parte de nossos alunos. Além disso, possuir uma parceira do porte da Caixa é uma referência para qualquer projeto social. A meu ver, a Caixa, ao renovar esse patrocínio, ratifica o ideal de que é, de fato, um banco que não só acredita, mas investe nas pessoas.”

A parceria da Caixa com a Orquestra começou em 2008, quando, passando por dificuldades financeiras para dar continuidade ao programa de inclusão social, João Targino fez um apelo ao então presidente Lula para que intercedesse em favor dos meninos e meninas do Coque. Lula conversou com seu ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, para que falasse com Maria Fernanda Coelho, que era a presidente da CEF na época. Alguns meses depois, o acordo estava firmado. Maria Fernanda ficou à frente da Caixa entre 2005 e 2011 e foi homenageada no evento de renovação do patrocínio, que cresceu 40% em relação ao anterior.

Paulo Roberto dos Santos, atual presidente da instituição, não escondeu o reconhecimento com relação ao programa. “A Caixa não observa apenas seus números, mas também os frutos sociais de seu trabalho, percebendo o amor, o carinho e a dedicação com que o projeto (da Orquestra) é levado à frente. Diante do sucesso, nós temos o prazer de renovar mais uma vez o apoio. E tenho certeza de que a parceria será reafirmada muitas e muitas vezes”, comentou.

Paulo Nery afirmou que tem confiança de que a Orquestra Cidadã dos Meninos do Coque é o melhor destino para o recurso financeiro da Caixa: “O programa tem credibilidade e é importante para a sociedade como fator de transformação, além de levar o nome e a cultura da nossa cidade e do nosso estado para o resto do Brasil e para o mundo”. Se ele diz, a gente acredita. E agradece.

Veja mais notícias