NOTÍCIAS

12/março/2012

Brasil quer integrar Comitê dos Direitos da Criança da ONU

A tarefa principal do comitê é acompanhar a execução das normas da Convenção dos Direitos da Criança

Agência Brasil
O Brasil quer fazer parte do Comitê dos Direitos da Criança da Organização das Nações Unidas (ONU). O nome de Wanderlino Nogueira Neto, procurador de Justiça aposentado do Ministério Público da Bahia, foi oficialmente apresentado na terça-feira em Genebra, na Suíça. A decisão sobre os novos integrantes do órgão será tomada no fim deste ano.
A tarefa principal do comitê é acompanhar a execução das normas da Convenção dos Direitos da Criança, assinada por mais de 190 países, inclusive o Brasil. O órgão analisa temas polêmicos, como o envolvimento de crianças em conflitos armados, o comércio e a prostituição infantil, além de pornografia.
Procurador e professor aposentado, Nogueira Neto atua há anos em defesa dos direitos humanos da infância e adolescência. Foi um dos fundadores do Centro de Defesa da Criança e do Adolescente, na Bahia, e recebeu o Prêmio Direitos Humanos da Presidência da República, no ano passado.
Para diplomatas brasileiros, a candidatura de Nogueira Neto reforça a campanha brasileira de ampliar seus espaços nas discussões internacionais. O governo brasileiro defende a ampliação do Conselho de Segurança das Nações Unidas para que sejam abertos assentos na América Latina. O Brasil postula uma vaga no órgão

Veja mais notícias

Nossos Projetos

Parceiros

Instituto Marista de SolidariedadeSesiCaixa Econômica FederalGoverno FederalTribunal de Justiça de PernambucoDefensoria Pública de PernambucoAiesecUniversidade Federal Rural de PernambucoUninassauUniversidade Federal de Pernambuco

SIGA-NOS

NEWSLETTER