NOTÍCIAS

24/março/2010

Ação de Inclusão Digital beneficiará 27 mil jovens em todo o Estado

O Sectma, em parceria com o Cesar e com o Sebrae, lança projeto de capacitação de jovens nos setores de tecnologia da informação.

Pelo Diário Oficial
A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente - Sectma lança, amanhã (25), a segunda ação do Programa de Inclusão Digital, iniciado na última quinta-feira (18) em oito municípios do interior do Estado. A ação contará com a parceria do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife - César, do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae e da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. O lançamento acontecerá às 9h, no Centro de Convenções da UFPE, durante a abertura da 1a Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação - CECTI, e contará com as presenças do ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, do governador Eduardo Campos, e da secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente, Luciana Santos.

A iniciativa prevê a inclusão digital e a capacitação de jovens no setor de Tecnologia da Informação - TI. A meta do programa é atender 90 municípios, formando 270 gestores - três por município, sendo um para cada lan house e beneficiando, em seis meses, 27 mil cidadãos em todo o Estado.
"Essa é a nossa meta. No entanto, isso dependerá do interesse dos proprietários das lan houses que existem no Estado. Eles terão que se habilitar no programa e participar de um edital que será lançado pela Sectma", destacou o secretário executivo de Tecnologia, Inovação e Ensino Superior da Sectma, Anderson Gomes.

Na próxima segunda-feira, às 14h, haverá um seminário no Sebrae, em Recife, onde os proprietários de lan houses receberão informações sobre como ser um empreendedor individual e se habilitar ao programa. As inscrições para o evento deverão ser realizadas por meio do fone 0800-5700800.

Para essa primeira fase, de inclusão cidadã, qualquer jovem poderá participar do programa, não havendo exigências de escolaridade. Serão repassados conceitos de cidadania, letramento digital e de como acessar ferramentas gratuitas de Internet - cadastramento de currículos, portais de busca, entre outros - e criar contas de e-mail. Além disso, os jovens também aprenderão a realizar serviços de utilidade pública pela Internet, como declaração de imposto de renda e serviços bancários, de saúde e de segurança.


Veja mais notícias