NOTÍCIAS

24/março/2010

Pernambuco terá 1,7 bilhão para investir em Territórios da Cidadania

Projeto receberá verba do Governo Federal para extender ações, como o Bolsa Família, e beneficiar mais pessoas.

Pelo Blog da Folha
O Governo Federal vai ampliar o programa Territórios da Cidadania este ano. Serão R$ 27 bilhões aplicados em 5.227 obras e ações como o Bolsa-Família, a implantação de farmácias populares, o programa Brasil Alfabetizado, além do Luz para Todos, a construção de cisternas, entre outros. Deste total, Pernambuco receberá R$ 1,7 bilhão para a realização de mais de 150 ações.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (24/03), pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, durante o II Salão dos Territórios Rurais, realizado em Brasília. Lançado em 2008, o programa recebeu investimentos de R$ 37,7 bilhões em dois anos e hoje atua em 120 localidades do País, beneficiando mais de 1.800 cidades. Ao todo, 22 ministérios trabalham de forma integrada no planejamento e na execução das ações.

"Estamos garantindo os recursos para municípios que mais precisam e muitas vezes estão com dívidas com a União. É um voto de confiança para que não faltem recursos para quem mais precisa. Com os Territórios, temos a possibilidade de ver uma geração de brasileiros que estão aprendendo a construir, a partir de suas necessidades, um novo jeito de se fazer política", afirmou o presidente Lula. Pernambuco possui 83 cidades atendidas em seis localidades (sertões do Pajeú, Araripe, São Francisco, Itaparica, Agreste Meridional e Mata Sul). Ao todo, mais de 200 mil pernambucanos são beneficiados.

"São pessoas que nunca pensaram que uma ação articulada entre os governos federal, estadual, municipal e a sociedade civil pudesse mudar as suas vidas. O Territórios da Cidade é o olhar de um novo Estado brasileiro, não aquele feito pelas elites e voltado para poucas pessoas, mas um Estado abrangente feito com ampla participação popular", disse Eduardo Campos, único governador a falar durante a cerimônia, realizada no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília.

Veja mais notícias