NOTÍCIAS

03/janeiro/2018

Falece, aos 83 anos, o fundador da Associação Beneficente Criança Cidadã, Nildo Nery dos Santos

Ex-presidente do TJPE estava internado desde o mês de setembro no Real Hospital Português

Assessoria de Comunicação
Faleceu na manhã desta quarta, 03, o fundador da Associação Beneficente Criança Cidadã (ABCC), Nildo Nery dos Santos. O desembargador aposentado e ex-presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco estava internado desde o início do mês de setembro no Real Hospital Português de Beneficência em Pernambuco -- no bairro recifense da Ilha do Leite -- e lutava contra um quadro de debilidade dos órgãos decorrente da idade.

Nildo Nery fundou a ABCC em 26 de agosto de 2003 e permaneceu na presidência da instituição até 17 de julho de 2017, quando transferiu as atribuições para a arquiteta Myrna Targino, até então diretora financeira da Orquestra Criança Cidadã. -- principal projeto gerido pela Associação. A atenção que o magistrado dispensou a crianças e adolescentes em situação de risco nasceu com o projeto Criança Cidadã, no ano 2000, quando Nildo Nery ocupou a presidência do Tribunal da Justiça de Pernambuco (TJPE).

Para o juiz João Targino, idealizador e coordenador geral da Orquestra Criança Cidadã, surgida em 2006, Nildo Nery foi um homem diferente da maioria. "Eu acredito que existem as pessoas comuns e as diferenciais e, com certeza, ele foi diferenciado. Foi um pessoa muito humana, que tem uma preocupação muito grande com o ser humano, um ícone exemplar para magistratura pernambucana, além de ter sido um exemplo como pai, amigo, em todas as atividades que exerceu na vida. Ele foi uma pessoa que produziu luz e a Associação Beneficente Criança Cidadã deve muito a ele, por oferecer tantas oportunidades".

O velório está aberto no cemitério Morada da Paz, no município de Paulista. Às 9h30 desta quinta (04), haverá missa de corpo presente seguida de apresentação da Orquestra Criança Cidadã. O sepultamento está previsto para as 10h30.

TRAJETÓRIA
Nildo Nery dos Santos nasceu em 19 de novembro de 1934, na cidade de Goiana, Pernambuco. A atividade judicante começou em 1958, quando terminou o curso de Direito na Faculdade de Direito do Recife pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), aos 24 anos. Ainda no mesmo ano, viajou para a Europa e teve experiência no Max Planck Institute, na Alemanha, e no Sistema Penitenciário Europeu, especificamente em Portugal, na Espanha, na Alemanha e na Itália.

Fez curso e estágios nos seguintes centros de estudo: Centro Internacional de Magistrados Luigi Saverini, Itália (1981); Centro de Estudos Judiciários de Portugal (1990); Escolas Judiciárias – Nova York, Boston, Reno, Charlotteville, Virgínia; Federal Judicial Center – Washington (1992); Tribunal de Justiça das Comunidades Europeias (Luxemburgo), em 1995; Instituto de Pesquisas e Práticas Legais – Tóquio (1995); Escola Nacional da Magistratura Francesa Bordeaux – França (1996); Escola Judicial de Barcelona (1998) e The University of Georgia (2002).

Em Pernambuco, foi juiz de Direito da Comarca de Condado, Quipapá, Garanhuns e da 2ª Vara do Júri do Recife; juiz corregedor das Comarcas de 2ª Entrância; desembargador-presidente da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Pernambuco; desembargador-presidente da Seção Criminal; vice-presidente do Tribunal de Justiça; presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (2000-2001). Realizou o sistema de mutirões para agilizar a resolução de processos, criou o primeiro Centro de Justiça Terapêutica, ajudando réus com problemas mentais.

O desembargador Nildo Nery também já foi diretor-geral da Escola Superior da Magistratura de Pernambuco (1987-1991); diretor-adjunto da Escola Nacional da Magistratura (1992-1998); e professor convidado da UFPE, ministrando aulas da disciplina Criminologia, no Curso de Mestrado da Faculdade de Direito da universidade.

Já lhe foi conferido 16 vezes o Título de Cidadão, por diversos municípios, além de prêmios internacionais como: Honras ao Mérito da República Italiana (1983); Membro Honorário do Programa Internacional de Treinamento Judicial do Centro Internacional Dean Rusk, Formação em Estudos Jurídicos e Comparados no Instituto de Educação Continuada Judicial da Escola de Direito (2002) e Medalha do Mérito Judiciário (2004).

Crédito da foto: Ascom TJPE

Veja mais notícias